Início do cabeçalho do portal da UFERSA

Pró-Reitoria de Extensão e Cultura - PROEC

Centro de Línguas do Semiárido (CELIS) promove cursos virtuais

Eventos, Extensão 29 de junho de 2020. Visualizações: 310. Última modificação: 29/06/2020 22:49:46

O Centro de Línguas do Semiárido (CELIS) vem promovendo os cursos virtuais “Leitura e produção de textos em Inglês para fins acadêmicos” e “Práticas de conversação básica em Inglês “, para estudantes de doutorado da UFERSA selecionados pelo Edital Nº 003/2020 – ARI/CELIS, e “Introdução ao Português do Brasil”, para os estudantes internacionais do Programa de Alianças para a Educação e a Capacitação (PAEC) e do Programa de Intercâmbio de Estudantes Brasil-Colômbia (BRACOL).

Os cursos têm carga-horária de 30 horas-aula e são ministrados pela plataforma Google Meet.

A seguir, alguns relatos de docentes e discentes sobre as aulas virtuais dos cursos.

“Diante de um cenário que impossibilita o ensino presencial tradicional, as aulas virtuais têm sido o novo campo de atuação pedagógica, “o desafio” de muitos docentes atualmente. Como professor do Centro de Línguas do Semiárido, tenho vivenciado experiências únicas no campo do ensino-aprendizagem de idiomas, na modalidade on-line. Os alunos têm sido bastante assíduos e participativos. Durante as aulas posso interagir normalmente com todos e os resultados, até o momento, têm sido bastante satisfatórios. É claro que nem todas as atividades podem ser executadas da mesma forma como se estivéssemos em aulas presenciais tradicionais, mas com adaptações e planejamento consigo obter o retorno esperado. Os recursos, os meios de conexão e interação, durante e após as aulas, não constituem uma barreira comunicativa, uma vez que todos manejam bem todas as plataformas usadas. (Jeanderson Marcos N. Lopes – Professor do Centro de Línguas do Semiárido)

Meu nome é Carolina Ramirez, mestranda do programa PPGATS. Sou grata pelas aulas de português, acho que é uma ótima ferramenta em um momento como este em que a comunicação com pessoas de língua portuguesa é limitada. As aulas são muito dinâmicas e nos permitem ter ferramentas básicas. No dia-a-dia, sinto que agora posso me comunicar melhor e entender o que os brasileiros estão falando, além de poder comunicar minhas idéias, apesar de ainda ter muito o que aprender. (Carolina Ramirez – Estudante do curso de Introdução ao Português do Brasil )

O curso de leitura e produção em língua inglesa para fins acadêmicos promove a aprendizagem e o desenvolvimento de estratégias de leitura, além da aquisição de vocabulário na língua alvo. Espera-se que, ao fim do curso, os estudantes sejam capazes de ler e compreender textos em língua inglesa utilizando estratégias de leitura e reconhecimento de gêneros textuais, bem como que reconheçam as partes que compõem a produção de textos acadêmicos. Já o curso de conversação em língua inglesa oferece aos estudantes a oportunidade de aprender e desenvolver as habilidades básicas da língua inglesa à medida que praticam seu uso em situações comunicativas. Durante os cursos, espera-se que os participantes compreendam e utilizem expressões do inglês em contexto de comunicação e dominem as estruturas e classes gramaticais básicas do idioma. Por fim, também espera-se que seja adquirido o vocabulário necessário para interações comunicativas no dia a dia. (Anderson Souza – Professor do Centro de Línguas do Semiárido)

Ao me inscrever no curso de leitura e escritura de texto em inglês busco motivação para abrir as possibilidades de uso do idioma em publicações científicas. Reconheço uma certa evolução nesse sentido, pois aprendi técnicas de leitura que permitem desvendar a essência dos conteúdos dos textos. (Luciara – Estudante do curso Leitura e produção de textos em Inglês para fins acadêmicos )

Eu sempre tive vontade de aprender inglês, mas achava que era muito difícil. E o curso de conversação mostrou o contrário. Após essas aulas já consigo ler alguns textos curtos, consigo conversar sobre alguns assuntos breves e rotineiros. Estou gostando bastante do que já consegui aprender com o curso e recomendo o mesmo para outras pessoas. (Agda – Estudante do curso Práticas de conversação básica em Inglês ).